I say blog!
  • 11
  • fev

Labirintite: mais de 100 doenças podem acometer o labirinto

Por Conceicao Costa, em Cardiologia, Dietas e metabolismo.

labirintite2 Labirintite: mais de 100 doenças podem acometer o labirintoMais de 100 doenças podem acometer o labirinto; algumas comprometem o equilíbrio; outras também a audição. O labirinto, localizado na parte interna da orelha, detecta a cada instante a posição do corpo e envia sinais às estruturas cerebrais relacionados ao equilíbrio. Labirintite, segundo os médicos, é um termo popular que geralmente se refere aos distúrbios relacionados ao nosso equilíbrio e audição, como tontura, vertigem, zumbido, desequilíbrio ou várias outras formas de mal-estar. O termo correto é labirintopatia que significa doença do labirinto.

Nosso ouvido possui dois componentes distintos: a códea, ou caracol, que é responsável pela audição, e o vestíbulo, responsável pelo equilíbrio. Juntos, códea e vestíbulo, formam o labirinto. O comprometimento, segundo os médicos, desses componentes, individual ou separadamente, vai provocar os sintomas: vertigem (sensação de que o ambiente está se movendo), desequilíbrio (dificuldade em equilibrar-se em pé), mareio (desequilíbrio que pode ser acompanhado por enjoo e sudorese), desfalecimento (escurecimento da vista, com perda de força ou de consciência), inapetência (perda de apetite), astenia (fraqueza), ausência (esquecimento da tarefa que se está executando ou do lugar onde se está).

Como dissemos no início do texto são várias as causas das doenças labirinticas: alterações bruscas da pressão atmosférica, como no mergulho, nos aviões, nas subidas de serras ou montanhas; nas alterações do metabolismo orgânico, como a hipoglicemia, uremia; na arteroesclerose por falta de irrigação sanguínea; em doenças pré-existentes como diabetes, hipertensão, reumatismos; nas doenças próprias do ouvido como as otites; devido a hábitos pouco saudáveis como o excesso de açúcar, cafeína, álcool ou drogas; nas infecções por vírus ou bactérias devido ao estado toxêmico; nos problemas de coluna cervical, por oclusão da artéria vértebro-basilar e nos problemas de articulação da mandíbula; estresse, ansiedade e depressão; devido aos traumatismos na cabeça; por utilização de drogas ototóxicas como alguns antibióticos e antiinflamatórios que alteram a função do ouvido; devido aos traumas sonoros por excesso continuado de ruídos.

O tratamento das labirintopatias consiste do tratamento do sintoma, ou seja, aliviar a tontura como medicamentos sedativos; da causa que é investigar e tratar o problema que gerou a doença do labirinto e a reabilitação que é um tratamento fisioterápico da tontura; pode ser utilizado com ou sem uso de medicamentos. É possível prevenir o aparecimento das labirintites ou melhorar seus sintomas levando uma vida mais saudável, evitando cigarro, álcool, cafeína; alimentar-se de três em três horas, evitando grandes quantidades de comida. O excesso de sal e açúcar não são recomendados; abusar das frutas, legumes e verduras; tomar dois litros de água por dia, pois a maior filtração renal elimina as toxinas acumuladas no organismo; fazer exercícios físicos, pois já está comprovado cientificamente que o exercício  melhora os níveis de colesterol e triglicérides no sangue, diminui o risco de doenças cardíacas, previne a obesidade e fortalece a musculatura e evita problemas metabólicos e, portanto, a tontura.



2 Comentários Publicado por Conceicao Costa
Outros artigos:

Artigos relativos a "Labirintite: mais de 100 doenças podem acometer o labirinto"

  • Tontura: a terceira queixa mais comum nos consultórios
    Tontura: a terceira queixa mais comum nos consultórios

    Sensação de “cabeça leve”, flutuação, desequilíbrio, impressão de queda e de cabeça rodando. Em torno de 20% a 30% da população já sofreram com alguns desses incômodos característicos da tontura, [...]


  • Programas podem reduzir doenças crônicas
    Programas podem reduzir doenças crônicas

    Recentemente, o Ministério da Saúde, por meio da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), revelou que o índice de sobrepeso [...]



Comente:

2 comentrios su "Labirintite: mais de 100 doenças podem acometer o labirinto"

  1. [...] a partir da plataforma eletrônica genérica) de aparelho auditivo retroauricular (usado atrás da orelha), autonomia de 440 horas com bateria e quatro programas de [...]

  2. [...] de movimento e rotação ou a impressão de que os objetos estão movendo e girando pode indicar vertigem. O problema ainda pode ser acompanhado por náuseas e perda do equilíbrio. De acordo com a [...]


Imagens

3maçã
Progeria
Ambiente saudável
Medicamentos

Feed RSS

Mantenha-se sempre atualizado, assine agora o Feed Rss.

Cadastre-se & Login

Cadastre-se e identifique os seus comentários.

Newsletter

Cadastre-se para receber todos os novos posts do blog:





© Corpo Saun, is part of the network IsayBlog! whose license is owned by Nectivity Ltd.