I say blog!
  • 17
  • dez

Cirrose hepática é uma das doenças que mais mata no mundo

cirrose 300x146 Cirrose hepática é uma das doenças que mais mata no mundo cirrose hepática, doença ocasionada pelo uso abusivo de álcool e levou o ex-jogador de futebol Sócrates  à morte, está  entre as dez que mais matam no mundo segundo  dados  da Organização Mundial da Saúde (OMS). Seu surgimento, segundo o médico hepatologista  Afonso  da  Rocha  Campos, pode demorar de 10 a 15 anos. Contudo, não é por  isso que a doença passa a ser menos  perigosa  -  principalmente  por  ser  uma  enfermidade  que,  quando  chega, não faz alarde, explica.

Ele diz que quando o paciente passa a apresentar os sintomas, como abdômem inchado e perda de peso, é porque o processo já comprometeu todo o fígado. E no caso das hepatites, os sintomas só aparecem na fase final, mas as complicações são as mesmas dos alcoolistas, alerta. 
 
Segundo  o  especialista,  mesmo  quem  não  seria  classificado  pela  sociedade  como alcoólatra entra na  lista dos que correm perigo.  Mesmo se a pessoa  não  bebe  tanto,  mas  bebe  todos  os  dias,  é  ruim.  Se  o  indivíduo  passa  a semana  inteira  sem beber, mas  compensa no  fim de  semana,  também continua em risco. Ele  explica  que  isso  acontece  porque,  uma  vez  que  o  álcool  é  ingerido,  é metabolizado pelo fígado por meio da enzima álcool desidrogenase – que, por sua vez, transforma  o  álcool  em  acetaldeído,  substância  altamente  tóxica  para  o  organismo, mesmo em pequenas quantidades.

Pacientes que sofrem de cirrose hepática nem sempre fazem uso de bebidas alcoólicas, como se costuma imaginar, afirma Vinicius Machado de Lima, médico gastroenterologista  do Hospital Universitário  da Universidade  de  Brasília  (HUB). Ele explica que a doença pode ser desenvolvida por vários motivos, como hepatites B e C, doenças autoimunes e doenças hereditárias que levam a alteração do metabolismo. A intolerância  a  glicose  ou  a  resistência  a  insulina  nos  estados  pré-diabéticos  e  no diabetes  tipo  2 podem  levar  ao  acúmulo  de  gordura  no  fígado, que inflama, relata o médico.

Dados da Organização Mundial  da Saúde  (OMS) revelam que entre 3 e 4 milhões de pessoas estão infectadas com hepatite C no mundo. Entre elas, cerca  de  350 mil  pessoas  desenvolvem  cirrose  e/ou  câncer  de  fígado.



Comente! Publicado por Mondarto
Tags associadas ao artigo: , , , , .
Outros artigos:

Artigos relativos a "Cirrose hepática é uma das doenças que mais mata no mundo"

  • Infecção generalizada mata mais que trânsito
    Infecção generalizada mata mais que trânsito

    No Brasil, anualmente, 220 mil pessoas morrem vítimas de sepse – termo médico para infecção generalizada, segundo a Sociedade de Terapia Intensiva do Rio (Sotierj), autora do levantamento. O número [...]



Comente:

Comente su "Cirrose hepática é uma das doenças que mais mata no mundo"


Imagens

3maçã
Progeria
Ambiente saudável
Medicamentos

Feed RSS

Mantenha-se sempre atualizado, assine agora o Feed Rss.

Cadastre-se & Login

Cadastre-se e identifique os seus comentários.

Newsletter

Cadastre-se para receber todos os novos posts do blog:





© Corpo Saun, is part of the network IsayBlog! whose license is owned by Nectivity Ltd.