I say blog!
  • 13
  • set

Novos Caps para dependentes químicos e doentes mentais

drogas Novos Caps para dependentes químicos e doentes mentais   A abertura de 14 novos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e a ampliação da capacidade de outras quatro unidades beneficiará pessoas que sofrem de transtornos mentais e dependentes químicos que necessitam de tratamento. A medida beneficia a população de oito estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Pará, Piauí e São Paulo.

O governo federal destinará anualmente R$ 5,3 milhões para a estruturação e custeio dos serviços, o que inclui a reforma do local, compra de equipamentos, aquisição de material de consumo e capacitação de profissionais.

São 14 novos centros localizados nos municípios de Colônia Leopoldina (AL), Santa Rita de Cássia (BA), Carnaubal (CE), Piracanjuba (GO), Uruaçu (GO), Buritis (MG), Piranga (MG), Barcarena (PA), Cametá (PA), Portel (PA), Limeira (SP) São Paulo (SP) e Taboão da Serra (SP). Os outros quatros CAPS mudaram de modalidade (ver tabela no fim do texto). A portaria com a autorização dos repasses foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Os Centros de Atenção Psicossocial são classificados em diferentes modalidades. O CAPS I é implementado em cidades de pequeno porte (de20 a70 mil habitantes) e oferecem serviços durante todo dia para cuidar de pessoas com transtornos mentais graves e persistentes e para pessoas que fazem uso prejudicial de álcool e outras drogas.

No CAPS II, pessoas com transtornos mentais em cidades de médio porte (de70 a200 mil habitantes) recebem atendimento ambulatorial durante o dia. CAPS III são serviços para pacientes adultos, que funcionam 24 horas e geralmente são implementados em grandes cidades (com mais de 200 mil habitantes).

Já o CAPS-i (Centro de Atenção Psicossocial Infantil) é direcionado à população infanto-juvenil de municípios ou regiões com mais de 200 mil habitantes. Os CAPS-Ad (Centro de Atenção Psicossocial-Álcool e Drogas) são serviços voltados ao tratamento de transtornos decorrentes do uso abusivo ou da dependência de álcool e outras drogas. Estas unidades são implementadas em municípios de médio ou grande porte (acima de 70 mil habitantes).



1 Comentário Publicado por Mondarto
Tags associadas ao artigo: , , .
Outros artigos:

Artigos relativos a "Novos Caps para dependentes químicos e doentes mentais"


Comente:

1 comentrio su "Novos Caps para dependentes químicos e doentes mentais"

  1. [...] com o estudo, somente  19%  das  cidades  possuem  Centros  de  Atenção Psicossocial  (Caps),  responsáveis pelas  internações; e apenas 12,4% contam com conselhos antidrogas, que cuidam [...]


Imagens

3maçã
Progeria
Ambiente saudável
Medicamentos

Feed RSS

Mantenha-se sempre atualizado, assine agora o Feed Rss.

Cadastre-se & Login

Cadastre-se e identifique os seus comentários.

Newsletter

Cadastre-se para receber todos os novos posts do blog:





© Corpo Saun, is part of the network IsayBlog! whose license is owned by Nectivity Ltd.