I say blog!
  • 22
  • set

Câncer de pâncreas, extremamente agressivo

Por Conceicao Costa, em Câncer.

Em 2006 foi o ator brasileiro Raul Cortez; em 2007 o grande tenor italiano Luciano Pavarotti; Steve Jobs, o todo poderoso da Apple, teve, mas agora reincidiu. No último dia 14 de setembro de 2009, o ator norte-americano Patrick Swaypancreas Câncer de pâncreas, extremamente agressivoze morria, aos 57 anos, vítima de câncer do pâncreas. O astro de Dirty Dancing e Ghost não conseguia largar um velho hábito, o cigarro, nem durante as sessões de quimioterapia. Aliás, esse vício é o principal responsável pelo câncer. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) os fumantes possuem três vezes mais chances de desenvolver a doença do que os não fumantes. Dependendo da quantidade e do tempo de consumo, o risco é ainda maior.

Outro fator de risco importante é o consumo excessivo de gordura, de carnes e de bebidas alcoólicas, além da exposição a compostos químicos como solventes e petróleo durante longo tempo. Quem sofre de pancreatite crônica ou de diabetes Melitus, quem foi submetida a cirurgias de úlcera no estômago ou duodeno ou sofreram retirada de vesicula biliar possuem maior chance de desenvolver a doença, e por isso devem estar atentas aos sintomas do câncer de pâncreas.

De acordo com o INCA, o câncer de pâncreas não apresenta sinais específicos, o que dificulta o diagnóstico precoce. Isso acontece porque o pâncreas oestá localizado na cavidade mais profunda do abdômen, atrás de outros órgãos. Os sintomas do câncer de pâncreas dependem da região onde está localizado o tumor, e os mais perceptíveis são a perda de apetite e de peso, fraqueza, diarreia e tontura.

Os médicos dizem que normalmente na fase inicial o tumor desenvolve-se sem sintomas ; quando detectado já pode estar em estágio muito avançado. Quando está nessa fase, a dor é o sintoma mais comum, que no início é de pequena intensidade, podendo ficar mais forte na região das costas. Outro sintoma do tumor é o aumento do nível de glicose no sangue, causado pela deficiência na produção de insulina. O tumor que atinge a cabeça do pâncreas possui como sintoma a icterícia. Ele é causado pela obstrução biliar, e deixa os olhos e a pele amarelados.

O câncer de pâncreas é raro antes dos 30 anos de idade, sendo mais comum a partir dos 60 anos. De acordo com a União Internacional Contra o Câncer (UICC), os casos da doença aumentam com a idade: de 10/100.000 casos entre 40 a 50 anos; para 116/100.000 entre 80 e 85 anos. No Brasil, o câncer de pâncreas representa 2% de todos os tipos de câncer, sendo responsável por 4% do total de morte por câncer. Por ano, nos Estados Unidos cerca de 26 mil pessoas são diagnosticadas com a doença. A taxa de mortalidade por câncer de pâncreas é alta, pois é uma doença de difícil diagnóstico e é extremamente agressiva.



16 Comentários Publicado por Conceicao Costa
Outros artigos:

Artigos relativos a "Câncer de pâncreas, extremamente agressivo"

  • Pâncreas artificial contra diabetes
    Pâncreas artificial contra diabetes

    O tratamento de diabetes tipo1 ganhou um novo aliado: o pâncreas artificial. O “órgão” monitora os níveis de açúcar no sangue e libera, automaticamente, quantidades adequadas de insulina para combater [...]


  • Sintomas sugerem risco de câncer
    Sintomas sugerem risco de câncer

    Alguns sintomas, como a presença de sangue na urina e anemia, podem estar relacionados com o câncer, segundo informação divulgada na revista British Journal of General Practice. De acordo com a [...]


  • Diagnóstico de câncer pela saliva
    Diagnóstico de câncer pela saliva

    Uma técnica que detecta com rapidez certos tipos de câncer realizando um teste de saliva é o que descobriu a pesquisa realizada por duas universidades, uma japonesa e outra americana. A [...]



Comente:

16 comentrios su "Câncer de pâncreas, extremamente agressivo"

  1. Olá, meu nome é Ricardo Menacker.

    Faz algum tempo me deparei com um desafio: superar um câncer. E como muito há que se dizer, escrevi um livro, Miss Mignon Mappim. E também decidi escrever um blog, Virgem em Câncer e Lua na Esperança!, para ajudar aqueles que se depararam com um diagnóstico de câncer. Comecei a escrever o blog depois dum sonho. O sonho e os heróis.

    Virgem em Câncer e Lua na Esperança! é um blog para ajudar pacientes ou familiares que se defrontaram com o diagnóstico de câncer. O Blog reúne dicas para prevenção, exames a serem feitos, tratamentos utilizados, hospitais para buscar ajuda, dicas de alimentação para pacientes oncológicos em tratamento quimioterápico e contatos. E esta é a razão de minha visita. Nas andanças na rede, os encontrei e quis deixar o contato para outros que se defrontaram com um câncer. Ainda quero lhes desejar muita sorte no caminho que empreendem e dar os parabéns pelo trabalho que desenvolvem.

    Como encontrei matéria pertinente, tomei a liberdade de resproduzir com o devido crédito!

    Agradeço a atenção. E a eventual visita.

    Abraços,

    Ricardo Menacker
    Virgem em Câncer e Lua na Esperança!
    http://www.virgemcancer.wordpress.com
    Blog para neófitos em neoplasia maligna

  2. conceição costa

    @ Ricardo Menacker:
    Olá Ricardo!
    Parabéns pelo seu belo trabalho de informação. Ainda não visitei o seu blog, mas o farei logo. Com certeza vou encontrar bom material no seu blog para outras matérias. Agradeço a gentileza de ter reproduzido a matéria com o crédito. Também lhe desejo boa sorte, e tenho certeza que ainda nos falaremos muito.
    Um grande abraço,
    conceição costa.

  3. Elisabeth Placido

    Gostaria de saber quando um paciente te neoplasia maligna do pâncreas com disseminação septcêmica, quais os sintomas que o paciente sente. O que acontece? Causa uma dor alicinante, febre, por exemplo? Gostaria se possível que o Sr. (a) me relatasse tudo sobre isso quando o paciente já se encontra em estágio final de algumas horas de vida colocando sangue pela boca só e no final morre com parada cardiorespiratória. Foi o que aconteceu com a minha amiga que acabei de perder. Estou arrasada porque quando ela apresentou sintomas que não estava bem já estava com doença e morreu rápido, mais ou menos coisa de 2 meses para cá. Aguardo resposta desta carta e obrigada.

  4. Conceicao Costa

    O tumor do pâncreas é a segunda neoplasia maligna mais frequente do tubo digestivo, depois do cólon, e a quinta causa de morte por tumor. Os sintomas mais frequentes são dor abdominal epigástrica, com irradiação para a região dorsal (80% dos casos), perda de peso (60%), anorexia (65%) e icterícia nos tumores da cabeça do pâncreas que comprimem as vias biliares excretoras.
    De acordo com o médico Antônio Fontelonga, doentes em que o tumor já se encontra numa fase metástica devem também ser envolvidos em ensaios de investigação clínica – dados os resultados pouco satisfatórios com as drogas convencionais.
    Uma complicação frequente, segundo o médico, em doentes com tumor na cabeça do pâncreas é a obstrução das vias biliares com icterícia. Existem vários métodos de descompressão das vias biliares, incluindo cirurgia ou métodos endoscópicos ambulatoriais que não necessitam de internação.
    Doentes com tumor no pâncreas têm uma dor abdominal constante e severa, requerendo largas doses de analgésicos narcóticos. O mecanismo da dor é secundário à invasão do plexo nervoso cilíaco pelo tumor.
    Um método altamente efetivo, segundo o doutor Fontelonga, de controle desse tipo de dor é a injeção pericutânea de álcool no plexo celíaco. Em doentes submetidos a uma intervenção cirúrgica, essa injeção deve ser administrada durante a operação. O controle da dor é importante na melhora da qualidade de vida dos doentes.

  5. [...] diminui a expectativa de vida em até dez anos, além de estar associado à incidência de câncer e doenças hepáticas, como [...]

  6. [...] tumores de câncer no estômago se apresentam de três tipos histológicos: o  adenocarcinoma (95% dos tumores [...]

  7. [...] pode ser decorrente de irritação sem qualquer infecção. Como exemplo disso, a inflamação do pâncreas (pancreatite aguda). O talco e o amido presentes nas luvas de um cirurgião podem ocasionar [...]

  8. [...] no sistema de defesa do organismo, no coração, no cérebro e na secreção de insulina pelo pâncreas. Comente! Publicado por Conceicao Costa Tags associadas ao artigo: cálcio, câncer de [...]

  9. Mìsnia Santos

    Estou contruindo um trabalho acadêmico e gostaria de saber o “porque o grupo de fumantes estão mais vulneráveis ao cancêr de Pâncreas?”

  10. Dora Nunes

    Sempre leio sobre o cancer de pancreas e geralmente é relacionado com bebida ou fumo, só que meu pai, que nunca bebeu e nem fumou faleceu de cancer de pancreas aos 71 anos, sem nunca ter apresentado nenhum sintoma. Quando de repente surgiu icterícia e em 15 dias ele faleceu. O que mais pode gerar esse cancer? Ele comia muito doce e refrigerante, tbém tomava tereré e mate. Essa doença é terrível e parece que não tem cura. Pelo menos nos outros tipos de cancer parece haver uma alternativa, um tratamento. Meu pai foi fazer a cirurgia Duodenopancretatectomia, deu hemorragia, ficou dois dias na UTI e faleceu de pulmão de choque, insuficiencia renal, o que poderia ser uma alternativa alcabou por fazendo ele morrer mais rapido. Até agora não me conformo.

  11. renata

    meu pai foi diagnosticado com cancer de pancreas.
    há um ano fez uma pancreatomia total. a cirurgia deu-lhe uma diarreia cronica de presente( alem da diabetes que é controlável).
    agora um ano e 4 meses depois da cirurgia ele emagreceu muito , não absorve os alimentos
    o tumor esta regredindo, mas a saude dele esta bastante debilitada . o onco suspendeu o oxiplatina por um tempo enquanto ele faz só o fluoracil e nutrição parenteral
    falam muito dos remédios que vão vir dos EUA nos próximos tempos, mas será que no caso dele poderiam ajudar? a viagem acho que ele não aguentaria.

  12. Olá Boa tarde.
    Meu nome é Rafael, sou pesquisador sobre o câncer e suas patologias.
    Há algum tempo eu tive um caso bem grave de câncer na minha família, onde foi muito complicado lidar com isso, pois uma tia minha estava bastante desanimada e abatida e procurava muita força comigo, então tive sempre que estar e me mostrar bem perante ela, para nunca desanima-la do tratamento, ela estava com Câncer de Pâncreas
    Um dia,na internet, procurando mais sobre câncer, foi onde encontrei o site institucional do Hospital de Câncer de Barretos, onde tirei muitas dúvidas que tinha e como ajudar a meu tio com seu caso, tendo muito apoio e juda com tudo que precisei.
    Quem quiser acessar e dar uma olhada:

    http://www.cliquecontraocancer.com.br

    Abraços a todos.

  13. Rosângela

    Bom dia !
    Meu pai faleceu no dia 22/12/2010, aos 90 anos diagnosticado com câncer de pâncreas. Entre o aparecimento dos sintomas, e seu falecimento, foram exatos 48 dias. Meu pai nunca fumou, mas fez cirugia da vesícula. Sempre foi uma pessoa saudável, fazia caminhadas e era muito lúcido. Nos meses que antecederam a sua morte, não percebi o real motivo de seu abatimento, pois achei que se tratava de tristeza pela morte de minha mãe, em setembro de 2009, já que aparentemente ele continuava se alimentando bem, sem qualquer problema aparente. Gostaria de saber que cuidados tenho que ter, pois terei de fazer uma cirurgia de vesícula.

  14. Simone Contatori

    Olá…meu marido com 47 anos começou há um ano com dores abdominais e desconforto, um suor noturno absurdo…enfim, foi detectado o Câncer no pâncreas. Fizemos tudo no hospital AC Camargo, ele retirou a cabeça do pâncreas e não havia metástase. Agora em Maio ele fez tomo e Marcador tumoral e nada apareceu, graças a Deus, mas estamos em Julho e ele está com as mesmas dores abdominais, agora com tontura algumas vezes. Estamos desesperados. Para ajudar o convênio descredenciou o AC Camargo. Estou arrasada…
    Bem o médico quando o operou disse que ele não tinha mais nada. Vida normal e que viveria mais 20 anos, agora está no corre corre de exames novamente. Na tomo não deu nada. Poderia ser forma de comer errada? Ele come demais, tem muitos gases. Quando retiraram a cabeça do pâncreas também retirou um pedaço do estômago e do duodeno. Fez uma quimio preventiva de 6 meses com Gemzar. Por favor me esclareçam se pode ser alimentação?

  15. debora

    gostaria de saber se um paciente com cancer depancreas volta a ter peso normal

  16. wellington

    que remedio deve ser ultilizado para comter a dor q é muito forte.uso tramadol de 500mg mas já não tá funcionando mais . que remedio posso tomar?


Imagens

3maçã
Progeria
Ambiente saudável
Medicamentos

Feed RSS

Mantenha-se sempre atualizado, assine agora o Feed Rss.

Cadastre-se & Login

Cadastre-se e identifique os seus comentários.

Newsletter

Cadastre-se para receber todos os novos posts do blog:





© Corpo Saun, is part of the network IsayBlog! whose license is owned by Nectivity Ltd.